Seja curado, muitos precisam de você 1

Jr 1.11 e 12 – “E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? Eu respondi: Vejo uma vara de amendoeira. Então me disse o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.”

Todos nós já recebemos promessas de Deus. Mesmo aquelas pessoas que até aqui não se dedicaram a ler a Bíblia e nem tem o hábito de frequentar uma célula, Rede ou Culto de Celebração já receberam promessas do Senhor.

O livro de Jeremias inicia com uma conversa entre Deus e o profeta. Neste diálogo o Senhor informa ao seu servo que lhe conhecia de antes de tê-lo colocado na barriga de sua mãe, e que havia lhe santificado e dado às nações como profeta.

Depois disso o Senhor leva Jeremias a passar por uma experiência e lhe pergunta o que realmente ele havia visto – um galho de amendoeira. Essa visão hoje é para cada um de nós e ela nos sara e adestrará para assumirmos a missão de consolidar. Adote a postura certa. A amendoeira é uma chamada para despertar, acordar, ressuscitar. Deus não nos quer dormindo, mortos para os nossos sonhos e projetos.

Essa vegetação é a primeira que floresce entre todas as outras, é a que anuncia que a colheita está chegando. O Senhor espera que nos posicionemos desta forma, sendo anunciadores de que há uma colheita por vir. Não podemos ter uma linguagem que negue este fato.

Mc 16.15 – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura.”

Essa planta aponta para a escolha de Deus. Quando questionaram se Arão seria mesmo o líder que o Senhor queria para estar à frente do povo, o Eterno demonstrou a Sua preferência fazendo florescer a vara de Arão.

Nm 17.5 a 8 – “Então brotará a vara do homem que eu escolher; assim farei cessar as murmurações dos filhos de Israel contra mim, com que murmuram contra vós. Falou, pois, Moisés aos filhos de Israel, e todos os seus príncipes deram-lhe varas, cada príncipe uma, segundo as casas de seus pais, doze varas; e entre elas estava a vara de Arão. E Moisés depositou as varas perante o Senhor na tenda do testemunho. Sucedeu, pois, no dia seguinte, que Moisés entrou na tenda do testemunho, e eis que a vara de Arão, pela casa de Levi, brotara, produzira gomos, rebentara em flores e dera amêndoas maduras.”

Diante dessa visão podemos crer que somos a escolha do Pai para esta missão de cuidar das vidas.

Essa vegetação mesmo estando seca pelo tempo e uso, por uma ação de Deus pode ter sua constituição totalmente modificada.

A vara de Arão estava sequíssima em um dia, no outro, por uma obra do Senhor já estava totalmente transformada. Ela nem permaneceu com a mesma finalidade – um apoio para Arão durante a caminhada. Depois da transformação ela foi guardada na arca, pois passou a ser um sinal para as gerações.

Você pode estar como um galho seco e sem vida; como discípulo pode ser somente um apoio para seu líder, mas sob a ação de Deus pode vir a ser um referencial de consolidador para as gerações. Se permita receber este renovo.

Pra. Ana Cunha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s