Prospere, até na adversidade 1

Jr 24:5 – “Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Considero como esses figos bons os exilados de Judá, os quais os expulsei deste lugar para a terra dos babilônios, a fim de fazer-lhes bem.”

Se você tivesse a opção de não sair de sua terra, sua zona de conforto, para ir para outro lugar ou situação adversa, desconhecida, você faria isso? Qualquer pessoa escolheria ficar no lugar da quietude.

Para o pastor Mike Murdock, “o conforto pode ser destrutivo, pois é capaz de matar a criatividade, destruir o potencial, neutralizar a produtividade e o crescimento pessoal”  (1). Ele complementa sua opinião dizendo:

“pessoas acomodadas ao conforto não obtêm muitas conquistas”

papai e mamae fortal
Meu pai em visita à sua terra natal, agora com minha mãe. Fortaleza, outubro de 2017.

E existe um fato que não podemos deixar de considerar: de que há um Deus, Senhor de todas as coisas, e é Ele quem dá o resultado.

A situação apresentada em Jeremias mostra muito claro que o Eterno expulsou o povo de Judá para a Babilônia – “o berço da glória e impiedade do mundo” (2). E você, de que lugar confortável está sendo segregado?

Nesse caso específico Deus estava fazendo cumprir Sua palavra, liberada para o rei Joaquim, por ele ter praticado coisas que eram reprovadas (2 Rs 24: 9, 2 Cr 36:9 e Jr 22:25). Como a atitude do líder traz consequências para todos que são conduzidos por ele, dez mil pessoas também foram levadas cativas para a Babilônia (3).

A ida do povo para o exílio, também seria uma escolha feita por cada um. Para o povo Deus declarou: “Ponho diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte. Todo aquele que ficar nesta cidade morrerá pela espada, pela fome ou peste. Mas todo o que sair e render-se aos babilônios, que cercam vocês, viverá; este escapará com vida” – Jr 21:8 e 9.

Por mais estranho que possa parecer, há um projeto especial de Deus em cada situação tormentosa.

Pra. Ana Cunha

(1) – MURDOCK, Mike. Trinta e um segredos de uma mulher inesquecível. Rio de Janeiro, 2009. p 8.

(2) – Dicionário Bíblico Crescer. 2ª Edição. Geográfica. p 25.

(3) – REESE, Edward. A Bíblia em ordem cronológica: nova versão internacional; traduzida por Judson Canto. São Paulo. Editora Vida, 2003. p 845.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s