Conquiste, com amor 1

1 Co 13:2 e 3“E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.”

O que mais precisamos na vida é nos sentirmos amados. Uma pessoa amada corresponde ao chamado, obedece, faz tudo pela outra. E, se essa é a “regra”, qual a razão para encontrarmos pessoas que se sentem mal-amadas e por isso estão infelizes, desmotivadas?

De acordo com Gary Chapman, as pessoas possuem diferentes formas de se sentirem amadas, que são as Linguagens do Amor. Para ele, da mesma maneira que nos comunicamos – e em cada nação há um dialeto específico – assim são as pessoas, elas falam dialetos diferentes quando comunicam o amor. Ele classificou em cinco linguagens:

  • presentes,
  • tempo de qualidade,
  • atos de serviço,
  • toque físico e
  • palavras de afirmação.

Nos relacionamentos humanos essas linguagens refletem o amor divino. Deus expressa seu amor a cada um segundo a sua linguagem, porque o mais importante é que a pessoa consiga se sentir amada.

Estamos buscando uma grande conquista em todas as áreas de nossas vidas, mas precisamos lembrar que “se o grão de trigo não morrer ficará só”.

Amar é diferente de gostar, não envolve sentimento. Segundo James C. Hunter “amor é o que o amor faz”. Jesus praticou as cinco linguagens, em seu relacionamento com os homens, e nos ensinou a nova lei do amor:

Lc 6:27 a 30, 32 – “… amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos aborrecem, bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra. Ao que tirar a tua capa, deixe que leve também a túnica. Dá a qualquer que te pedir, e ao que tomar o que é teu, não o peças de volta… Se amardes os que vos amam, que recompensa tereis? Até os pecadores amam os que os amam.”

Se praticarmos esse amor, na linguagem que as outras pessoas possam compreender, então teremos a recompensa:

Lc 6:38 – “Daí, e dar-se-vos-á. Boa medida, recalcada, sacudida e transbordante, generosamente vos darão.”

Jesus é o nosso referencial, Ele enfrentou muitas dores, rejeição, foi acusação e levado à Cruz por mim e por você, por amor, para que tivéssemos todas as conquistas. Ele te ama com um amor perfeito.

Pra. Ana Cunha

 

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s